Educação

Com mais de 6 mil vagas em toda a Bahia, UNEB abre inscrições para vestibular nesta terça

Cultura&Realidade - 14 de Outubro de 2019

file-2019-10-14151610.544833-unnb2f23a24-eeae-11e9-ab6a-f23c917a2cda.jpg

Nos dias 15 e 16 de outubro as pessoas poderão solicitar isenção da taxa do vestibular. - Foto: Ilustração

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) vai abrir, nesta terça-feira (15), as inscrições para os interessados em concorrer a uma das 6.321 vagas que serão ofertadas no seu vestibular.  São 4.021 vagas para cursos de graduação na modalidade presencial e 2.300 à distância.

As inscrições prosseguem até o dia 6 de novembro e podem ser feitas, exclusivamente, na página da Internet do processo seletivo. A taxa é de R$ 100 e deve ser paga até a data apresentada pelo boleto bancário. As provas serão aplicadas nos dias 15 e 16 de dezembro.

A relação de cursos, quadro de vagas, informações sobre as provas, documentação solicitada e cronograma da seleção estão disponíveis no edital do vestibular. Nos dias 15 e 16 de outubro as pessoas poderão solicitar isenção da taxa do vestibular.

Em Irecê, o Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (DCHT) do campus XVI da UNEB divulgou um manifesto contra a suspensão do curso de Administração no final de setembro. 

Eles reivindicam a retificação do edital publicado no Diário Oficial do dia 28 de setembro cujo quadro demonstrativo dos cursos não disponibiliza nenhuma vaga para o bacharelado em administração da UNEB.

O curso de administração da UNEB fazia parte de uma extensão do Departamento de Educação da UNEB em Guanambi. Recentemente a universidade vem cancelando extensões que não possuem muitas adesões o que acabou levando o curso a ser cancelado aqui em Irecê.

“A nossa luta vai além de apenas ter o curso disponibilizado no processo seletivo de 2020.1. Queremos também o curso de forma permanente em nossa instituição”, nos contou a Professora Daniela Lopes. Infelizmente, o curso não foi ofertado neste processo seletivo.

                                                                


Com informações do Correio 24h/ Caraíbas FM