file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Casos suspeitos de microcefalia na Bahia sobem para 450 em uma semana

12 de Janeiro de 2016

Aedes_aegypti_CDC-Gathany.jpg [caption id="attachment_3501" align="aligncenter" width="500"]Exemplar do mosquito adulto. Foto: Reprodução Exemplar do mosquito adulto. Foto: Reprodução[/caption] Um balanço atualizado pela Secretaria de Saúde (Sesab), informou que em apenas uma semana, o número de casos notificados de bebês com suspeita de microcefalia na Bahia, subiu de 366 para 450. Os dados referentes ao período entre outubro de 2015 e 11 de janeiro de 2016, foram computados em 83 municípios. Salvador segue na liderança com a maior quantidade de casos. Na capital, são 263 ocorrências, que representa 58% do total. A Secretaria informou que 121 mães relataram que tiveram doença exantemática na gestação, que pode ser, por exemplo, a Zika. A Sesab detalha ainda que, dessas, 68 disseram que a coceira ocorreu no primeiro trimestre, 32 no segundo, nove no terceiro e 12 não lembraram. A Sesab informou que 207 mulheres não apresentaram a doença exantemática durante a gestação e 122 não souberam dizer.