file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Caso Bárbara Trindade: Polícia Civil pede prisão temporária de PM suspeito de participação no crime em Presidente Dutra

Rodrigo de Castro Dias - 10 de Junho de 2017 (atualizado 19/Jun/2017 16h16)

Foto: Babi Trindade, transexual vítima de tentativa de homicídio. (Reprodução)

Foto: reprodução

Do Central Notícia

Um soldado da Polícia Militar foi preso na tarde desta sexta-feira (9), após cumprimento de mandado de prisão temporária.

De acordo com a delegada Ezerlina Rocha, Paulo Roberto Ferreira Machado, policial militar lotado em Barro Alto, na região de Irecê é acusado de participação  na tentativa de homicídio contra Carlos Vinícios Oliveira Porto  – a transexual Bárbara Trindade, de 21 anos.

O crime ocorreu no dia 2 de abril, deste ano, no município de Presidente Dutra. Outro acusado do crime, o frentista Domingos Mendes Machado Neto está preso. O atentado deixou Bárbara tetraplégica.

O fato gerou várias manifestações do Psol e do movimento LGBT, pois a vítima era membro atuante das entidades.

Ao Central Notícia, a delegada Ezerlina, titular da delegacia de Presidente Dutra e que é responsável pelo caso, disse que o soldado já foi interrogado e nega qualquer participação. A delegada afirmou que as investigações continuam.

No último dia 19, Bárbara que estava internada no Hospital Regional de Irecê foi transferida para o Hospital Manoel Victorino, em Salvador.

A prisão do policial foi realizada por equipes da 14ª  Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Irecê, com  apoio de uma guarnição da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Semiárido).