file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Captação de água no rio São Francisco está proibida às quartas-feiras pela ANA

21 de Junho de 2017 (atualizado 21/Jun/2017 11h58)

Norma que proíbe captação às quartas-feiras inclui a região de Irecê

Foto: norma que proíbe captação às quartas-feiras inclui a região de Irecê (Reprodução/Embasa)

Redação Cultura&Realidade

A partir de agora toda quarta-feira será o "Dia do Rio", na bacia do rio São Francisco. Nesses dias, a captação de água está proibida, com exceção ao abastecimento humano ou animal. Dessa forma, o abastecimento das cidades que estão situadas ao longo da bacia do 'Velho Chico' não será afetada pela medida, o que inclui a Adutora do Sertão, que abastece cidades da microrregião de Irecê.

A ação visa evitar que a represa de Sobradinho chegue ao volume morto e foi anunciada pela Agência Nacional de Àguas (ANA) nesta segunda-feira (19). 

De acordo com a agência, chove abaixo da média na bacia do São Francisco há sete anos. Sobradinho é o maior reservatório do sistema, com volume útil de 28 bilhões de m³ e capacidade para armazenar 34 bilhões de m³ de água.

A regra vale da próxima quarta (21) até 30 de novembro de 2017, quando está previsto o fim do período seco, mas poderá ser prorrogada caso atrase o início do período de chuvas na região.

Para preservar os estoques, a ANA vem autorizando a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) a reduzir a vazão mínima média das represas de Sobradinho e Xingó desde abril de 2013. Sem essa intervenção, Sobradinho teria esgotado seu volume útil em novembro de 2014, segundo a agência.

A nova norma afeta mais de 2 mil usuários, principalmente produtores que irrigam plantações e indústrias. Ela abrange a calha do rio São Francisco, 14 afluentes de gestão federal, os lagos dos seis reservatórios da bacia e o complexo Paulo Afonso, na Bahia. Na região de Irecê, a medida deverá impactar mais diretamente os produtores rurais que captam água diretamente do rio para irrigação, especialmente os que estão no Baixio de Irecê.

Quem descumprir a resolução da ANA poderá receber advertência, multas e ter a bomba de captação vedada.

A suspensão foi articulada com os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, e também com o Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco.

A medida - Está proibida a retirada de água no Rio São Francisco às quartas-feiras para todos os usos, inclusive irrigação. Só é permitida a captção para consumo humano e animal, usos prioritários em casos de escassez, segundo previsto na Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei 9.433/97).

Fica suspenso também o uso para irrigação de volumes de água reservados antes do "Dia do Rio".

Com informações do G1