file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Bahia

Assentados do município de Wagner organizam mutirão de reflorestamento do Rio Utinga

Rodrigo de Castro Dias - 17 de Agosto de 2017

Trecho do Rio Utinga no município de Bonito

Situação do Rio Utinga é motivo de preocupação para a população de várias cidades da Chapada Diamantina (Divulgação)

Do Jornal da Chapada

Trabalhadores rurais do Assentamento São Sebastião realizam o segundo mutirão de reflorestamento do Rio Utinga, nesta quinta-feira (17), a partir das 8h. O mutirão faz parte da ‘Campanha de Conservação da Bacia Hidrográfica do Rio Paraguaçu’. Entre os participantes estão confirmados pequenos agricultores, posseiros, indígenas, assentados, quilombolas e pescadores do município.

A situação do Rio Utinga é motivo de preocupação para a população de várias cidades, não apenas a de Wagner. Em Utinga, os índios Payayás já perceberam, anos atrás, o tamanho do problema e começaram um trabalho de conscientização, articulação política e ação.

Atualmente o indígena Otto Payayá, avalia que a ação é a única ferramenta que ainda crê. As comunidades têm se juntado para limpar o rio e plantar na sua margem. “Tem que fazer algo prático, recuperar a vegetação para que a água volte a correr”, informou.