CULTURA

Asley prepara o musical "Gonzaga In Folk", que será lançado especialmente em Irecê

Cultura&Realidade - 13 de Setembro de 2019 (atualizado 13/Set/2019 15h54)

file-2019-09-13154922.710319-asley33908cb4-d657-11e9-85a8-f23c917a2cda.jpg

Asley homenageia Gonzagão em musical que se propõe memorável - Foto: Divulgação

Nascido em Paulo Afonso-BA, Asley dá início a sua caminhada musical aos 14 anos, embalado pelas bandas de rock que fizeram parte do cenário nacional e internacional durante os anos 80 e 90, dentre elas: Raul Seixas, Legião Urbana, Nirvana, Guns n' Roses e Red Hot Chili Peppers.

A sonoridade dessas bandas foi uma fagulha musical compartilhada entre os amigos da mesma idade, em meio ao universo adolescente pós anos 2000. Aos 16, interessa-se fortemente por música folk e mais tarde, aos 18 anos, muda-se para Belo Horizonte (MG) onde mergulha fundo na obra de artistas dos anos 50 e 60. A capital mineira torna-se uma mãe cuidadora de sua expressão artística, época de grande amadurecimento estético, vocal e criativo. Apesar das influências internacionais e dos anos morando em Minas, as raízes nordestinas nunca deixaram de fazer parte de sua musicalidade, como é possível observar na música "Cabaré do Santo Amor", ganhadora do II Canta Sertão e que faz parte do seu primeiro EP homônimo, gravado em junho de 2015.

No repertório do show, o público pode esperar ainda versões de músicas dos medalhões Beatles, Elton John, Elvis Presley e Belchior, nomes que influenciaram sua carreira, e também de artistas contemporâneos, a exemplo de Michael Kiwanuka e Ray Lamontagne.

O gênero escolhido é o folk rock norte-americano, com um pé fortemente fincado na música regional do sertão, feito de uma forma bem moderna. O próprio Asley explica: “Trafego por uma linguagem mista dentro do folk e seu bucolismo, e das canções populares do Brasil. Busco arranjos simples, que valorizem o violão de aço e a voz, além de letras que falem do íntimo do ser humano e suas inquietações, seja na vida afetiva ou em suas divagações filosóficas”. Tudo interpretado com bastante energia, melodia e conteúdo poético.

Atualmente, o artista se dedica na produção do espetáculo musical “Gonzaga in Folk”, uma homenagem a Luiz Gonzaga a partir da estética sonora dos gêneros musicais “Folk” e “Folk Rock”, com o intuito de reafirmar a “riqueza” musical e a representatividade icônica do artista homenageado.

Asley, Gonzaga In Folk - Foto Divulgação

DATA – A previsão é que “Gonzaga In Folk” tenha estreia em dezembro e reverbere por todo o período das férias acadêmicas. A produção antecipa que o espetáculo contará com a colaboração de diversos músicos e uma estrutura de palco capaz de entregar ao público uma experiência imersiva, sensorial e, acima de tudo, emocional.

De acordo com o brisfing da produção, serão montados cenário e iluminação que irá se harmonizar com os novos arranjos criados para cada canção apresentada no show. A missão é oferecer à audiência uma atmosfera onírica inesquecível.

O público alvo do evento incidirá em uma faixa etária que varia entre 16 e 80 anos, pertencentes a todas as classes sociais. Com a intenção de atingir o maior número de espectadores possíveis, o espetáculo ficará em cartaz (semanalmente), após a estréia, entre os meses de janeiro e fevereiro de 2020, época na qual centenas de estudantes retornam para a região durante as férias de faculdade e aspiram pela oferta de entretenimento.