file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Após morte de jovem, prefeito de Morro do Chapéu proíbe festas no município

02 de Agosto de 2016

Após-morte-de-adolescente-população-faz-protesto-por-segurança-em-Morro-do-Chapéu-Jacobina-notícias-copy.jpg [caption id="attachment_5161" align="aligncenter" width="581"]Decisão foi publicada no Diário Oficial do município e vale até 10 de agosto | Foto: Montagem do JC/Jacobina Notícias Decisão foi publicada no Diário Oficial do município e vale até 10 de agosto | Foto: Montagem do JC/Jacobina Notícias[/caption] O prefeito de Morro do Chapéu, Cleová Oliveira Barreto (PSD), proibiu a realização de festas no município, que fica localizado na região da Chapada Diamantina, na Bahia, até o dia 10 de agosto. A decisão, publicada no Diário Oficial da cidade, foi tomada após a morte do adolescente de 16 anos baleado durante um assalto no município. Com a proibição, não haverá comemoração do aniversário da cidade, que foi criada em 8 de agosto de 1909 e completa 107 anos na próxima semana. O adolescente morto no assalto foi enterrado no Cemitério Bosque da Paz, em Salvador, neste sábado (30). O homem suspeito de atirar no jovem foi linchado pela população. Dois adolescentes que teriam participado da ação foram apreendidos e também sofreram agressões. Linchamento Na quinta-feira (29), o homem que confessou ter atirado no adolescente foi agredido até a morte pela população da cidade. Os moradores invadiram a delegacia e levaram o suspeito para fora da unidade policial, onde ele foi agredido com pedras e pedaços de madeira. Segundo a polícia, a delegada titular da cidade, Lucia Jansen, e policiais tentaram conter as pessoas, mas não conseguiram. Na ação, dois adolescentes, que também confessaram a participação no crime, foram agredidos. Eles foram feridos sem gravidade. A assessoria da Polícia Civil informou que os garotos foram levados para uma área destinada a menores, na 14ª Coorpin, em Irecê, onde aguardam uma decisão do Ministério Público sobre medidas socioeducativas que devem cumprir. Assalto Conforme a polícia, por volta das 18h da quinta-feira, o adolescente foi abordado pelo trio, que levou um aparelho celular da vítima e atirou na cabeça dele. Ainda conforme a polícia, a arma usada no crime era artesanal, conhecida como “garrucha”. Foram encontrados apenas o cano da arma e o cartucho deflagrado no local do crime. Segundo a Polícia Civil, foi instaurado um inquérito para identificar os suspeitos do linchamento.   Com informações do G1 e do Jornal da Chapada