file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Irecê e Região

Após frustrar assalto a banco, PM continua a caça de quadrilha que aterrorizou população de Irecê

20 de Março de 2017 (atualizado 28/Jun/2017 08h59)

Foto: bandidos incendiaram carros durante a fuga para dificultar a perseguição (Edivaldo Braga/Blog Braga)

Foto: bandidos incendiaram carros durante a fuga para dificultar a perseguição (Edivaldo Braga/Blog Braga)

Redação Cultura&Realidade

Cerca de 9 horas após a ação da quadrilha que atacou a agência do Banco do Brasil em Irecê na madrugada desta segunda-feira, a Polícia Militar (CAESA) continua em busca dos bandidos, de acordo com nota divulgada pelo comando regional da PM em Irecê agora pela manhã. A ação foi frustrada pela ação de duas guarnições da CAESA que estavam na cidade no momento do ataque.

As informações mais recentes dão conta de que 6 equipes estão conduzindo as buscas neste momento. Foram encontrados veículos queimados em Canarana e João Dourado, além de uma picape S-10 abandonada em Lapão, onde foram encontradas munições e máscaras usadas no assalto. 

A nota também informa detalhes acerca da ação criminosa: foram utilizados 3 veículos pela quadrilha, uma Hilux SW4 Branca e duas picapes, uma Chevrolet S-10 e uma Toyota Hilux, ambas na cor prata. Na fuga, a quadrilha se dividiu, fugindo nos sentidos Canarana e América Dourada, espalhando "miguelitos" (espécie de cruz formada por pregos entrelaçados) para dificultar a perseguição. Ainda durante a fuga, integrantes da quadrilha assaltaram outra picape Hilux em América Dourada.

Detalhes - Por telefone, o comandante da operação de perseguição aos criminosos, Major Maltez, relatou ao Cultura&Realidade detalhes dos acontecimentos: "No momento em que a ação criminosa começou, por volta de 00:10h, havia na cidade duas viaturas da CAESA, sendo que uma delas estava chegando de Morro do Chapéu trazendo um traficante preso para o Complexo Policial de Irecê. A quadrilha se dividiu em duas, parte foi para o banco e o resto foi fazer intimidação na delegacia, fazendo disparos". 

A resposta rápida da polícia impediu que a quadrilha conseguisse sucesso na empreitada, de acordo com o Maltez. "Instantes após a primeira explosão, nós abordamos os meliantes em frente ao banco. Houveram confrontos lá e também na Praça do Feijão. Nossa equipe alvejou um dos bandidos, que foi socorrido por seus comparsas, que iniciaram fuga imediatamente. Graças a nossa ação, impedimos que eles lograssem êxito no assalto", enfatiza o Major. 

Reforço - A operação policial contará com reforço para conduzir a perseguição a quadrilha. A qualquer momento deverá pousar no aeroporto de Irecê um batalhão da Companhia de Operações Especiais da PM-BA para somar esforços na busca dos bandidos. Por enquanto, não há previsão para encerramento da operação.

ATUALIZAÇÃO: reforço policial já está em Irecê. O avião com integrantes da Companhia de Operações Especiais da PM-BA aterrisou há pouco mais de 40 minutos com uma equipe de 6 pessoas.

ATUALIZAÇÃO 2: Circularam fotos de um suposto armamento encontrado pela PM em América Dourada, mas tudo indica que não são verdadeiras. Até o momento esta informação não procede. Em breve novas informações.