file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Ameaçado de morte, vice-prefeito de Cafarnaum tem portão de casa cravejado de balas

21 de Setembro de 2016

roxha.jpg   [caption id="attachment_5750" align="aligncenter" width="474"]roxha ROCHA: foto de arquivo e fac-simile de trecho de Facebook[/caption] O atual vice-prefeito de Cafarnaum, Paulo Cesar (Rocha), esteve ontem na Delegacia Regional de Polícia, em Irecê, para reivindicar garantias de vida e investigações que possam apurar a origem e autoria de ameaças de morte que vem sofrendo desde o último domingo. Ele foi atendido por Dr. Alex Roza, Delegado de Polícia, na 14ª Corpin – Coordenação Regional de Polícia do Interior. Ele narrou à redação do site Cultura&Realidade, que esteve na comunidade de Canal, no último domingo, onde participou de uma motocada, ao lado da sua colega de chapa, Sueli Novais (candidata a prefeita pelo PR), com a qual disputa novamente o cargo de vice-prefeito. O pedreiro de pré-nome “Dozinho”, que esteve com ele no evento, foi abordado por cinco homens quando voltava para casa, sendo espancado, após ser perguntado sobre o seu paradeiro, sem que soubesse responder. Em seguida, segundo diz Rocha, foi capturado de página de Facebook, diálogo entre duas pessoas, com os dizeres: “falei  nestante com ele e mata Rocha também se nãos perde kkk sai de baixo kkk”...  (trecho sem edição) dando a entender que teria uma pessoa a ser assassinada e que Rocha seria uma outra vítima “se nãos perde”... dando a entender ser uma questão de ordem política, embora não se possa afirmar. A polícia está investigando. Mal chegou em casa, no início da noite deste dia 20, enquanto tomava banho, ele ouviu tiros e acreditou ser fogos, comuns neste período eleitoral. Porém, foi constatado minutos depois, tratar-se de seis tiros na direção da sua casa e há quem diga que poderia ter atingido pessoas se estas estivessem na cozinha. Seu portão foi cravado de balas. A polícia foi acionada e se encontra realizando a perícia técnica. PEDIDO DE SEGURANÇA À POLÍCIA FEDERAL – Durante entrevista por telefone, o vice-prefeito disse não saber as razões das ameaças, que já pediu intervenção da Polícia Civil e que vai analisar com seus advogados, a possibilidade de reivindicar à Justiça Eleitoral, já que é candidato, investigação da Policia Federal, através do Juiz Eleitoral da Comarca, de modo a descobrir a conotação e razão das ameaças. Eleito vice-prefeito em 2012, na chapa liderada pelo atual prefeito Wilson Mancambira, Rocha, que também é Taxista, rompeu com o grupo, afirmando que o mesmo não cumpriu com os acordos políticos firmados na campanha anterior.