file-2017-02-08175959.335653-Banner-CR-topo-notcia_22b9a9f62-ee39-11e6-aece-047d7b108db3.jpg

Festival Gastronômico Paladares do Sertão

Aeroporto de Lençóis tem aumento de 120% na movimentação de passageiros

23 de Fevereiro de 2016

aeroporto.jpg [caption id="attachment_3979" align="aligncenter" width="500"]Aeroporto de Lençóis apresentou aumento no número de embarques e desembarque. Foto: Reprodução Aeroporto de Lençóis apresentou aumento no número de embarques e desembarques. Foto: Reprodução[/caption] Destino dos amantes da natureza e de esportes de aventura, a Chapada Diamantina ganhou, há três meses, um reforço para quem chega de avião. Com o novo voo vindo de Belo Horizonte (MG), o aeroporto de Lençóis apresentou um aumento no número de embarques e desembarques. Foram cerca de 120% na movimentação de passageiros do terminal, se comparado o mês de janeiro de 2015 com o mesmo período deste ano. Os voos para Confins, com embarques as quintas-feiras e aos domingos, foram criados para atender a crescente demanda da região, segundo o diretor de Aeroportos e Terminais da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), Denisson de Oliveira. “Existe uma expectativa de ampliação de destinos partindo de Lençóis. A pedido da companhia Azul, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) estuda a homologação de novas conexões, visto que o voo recentemente implantado tem uma demanda crescente”, afirma o gestor. Segundo ele a ocupação média dos voos é de 85% neste trimestre. A partir desta segunda-feira (22), os moradores de Campinas podem viajar para as praias paradisíacas de Porto Seguro todos os dias. A companhia aérea Azul passa a oferecer uma conexão diária entre as duas cidades. Com tarifas a partir de R$200, os voos contribuem para a ampliação da aviação regional na Bahia. Além desta novidade, a Azul tem previsão de operar uma ligação semanal, entre abril e maio, partindo de Porto Seguro para as cidades paulistas de São José do Rio Preto e Presidente Prudente. E também já conta com voos regulares aos fins de semana para Congonhas, em São Paulo. Informações: Seinfra